Desafios das práticas clínicas psicocorporais na contemporaneidade: um relato de experiência

Risoneide Gomes Xavier, Regina Coeli Araújo da Silva

Resumo


Este artigo pretende, através de um relato de experiência, promover uma reflexão sobre o processo histórico do encouraçamento e da abordagem psicocorporal, tendo em vista, a forte influência do movimento psicanalista e dos conceitos que embasaram as práticas psicoterápicas ancoradas no fluxo energético do corpo. Este estudo inicia com um breve relato sobre as descobertas de Sigmund Freud (1910) acerca da energia psíquica e prossegue com as ideias inovadoras de Wilhelm Reich (1930), fundamental na direção da integração do psiquismo com o corpo. Considerando a visão holística atual dessa proposta e a sua confluência com as questões da contemporaneidade, esse artigo destaca, finalmente, a sistematização produzida por Alexander Lowen, discípulo de Reich, que estruturou a Análise Bioenergética. A ideia central é evidenciar os princípios sólidos adotados por essa abordagem que, alimentados por pesquisa e prática, com o tempo ganhou relevância e legitimidade. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.