Democracia: Uma Visão Histórica, Política e psicossocial

Caio Lucas Felix Cavalcanti, Fernanda Andrade Lima

Resumo


Historicamente, Platão e Aristóteles foram os dois principais mestres do pensamento político-social. Platão na sua obra A República, defendendo a democracia como o estado em que reina a liberdade, enquanto Aristóteles, discípulo de Platão, defendendo que o homem é um animal plenamente político. Assim, a democracia consiste num regime político em que todos os cidadãos elegíveis podem participar de forma igualitária na escolha daqueles que devem comandar os destinos do município, do estado e do país.

Texto completo:

PDF

Referências


BOWLBY, J. Apego: a natureza do vínculo. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

CAVALCANTI, A. S. Ética e cidadania na prática educacional. Centro de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente – Pe. Apoio: UNICEF.

CLONINGER, S. C. Teoria da personalidade. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

FREITAS, L. A moral na obra de Jean Piaget: um projeto inacabado. São Paulo: Cortez, 2008.

KLEIN, M. O sentimento de solidão. Rio de Janeiro: Imago, 1971.

LOWEN, A.. Bioenergética. São Paulo: Summus, 1982.

MINUCHIN, S., FISHMAN, C. Técnicas de terapia familiar. Porto Alegre: 1990.

OSORIO, L. C.; VALLE, M. E. P. Terapia familiar. Porto Alegre: Artemed, 2011.

RAMOS, G. Vidas secas. Rio de Janeiro: Record, 2003.

REICH, W. A função do orgasmo. São Paulo: Brasiliense, 1975.

REICH, W. Análise do caráter. São Paulo: Brasiliense, 1968.

TELLES, V. S. Pobreza e cidadania. Caderno CRH 19, Salvador, 1993

WINNICOTT, D. Família e desenvolvimento individual. São Paulo: Martins Fontes, 2015.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.