A Dor da Criança Ferida no Adulto

Izabel Medeiros de Oliveira Souza

Resumo


O estudo apresentado busca ampliar a compreensão da dor, em sua característica subjetiva, ressaltando a história íntima do sujeito que a classifica em suas peculiaridades próprias de potencialidade e dimensão. Entendendo que os acontecimentos ocorridos na infância, podem engatilhar no infante sentimentos de medo, humilhação, negação ou desvalia, e que ao não conseguirem ser ressignificados adequadamente tende-se a desenvolver couraças que impedem o desenvolvimento satisfatório e real, no momento em que as estruturas de maturação do organismo estão em processamento. A Psicoterapia Corporal propicia ao indivíduo adulto, acolher sua criança ferida com o propósito de reparar os acontecimentos da infância.

 

Palavras Chave: Dor, Criança ferida; Couraça; Psicoterapia; Corpo.


Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, J. P. CORREIA, G.W.B; Olhar interior, Libertas Editora, 2015, Recife.

ANGERAMI-CAMON, V.A. (Org.), Psicossomática e a psicologia da dor – 2° edição, Cengage learning, 2012, São Paulo.

CUKIER, R. Sobrevivência Emocional – As dores da infância revividas no drama adulto. 6º edição, Editora Ágora, 2015, São Paulo.

DADON, R. Cem Flores para Wilhelm Reich, Editora Moraes, 1991, São Paulo.

Dicio. https://www.dicio.com.br/dor/acessado em 22/02/2019 às 16:43hs.

FEIJOO, A. M. L. C. A escuta e a fala em psicoterapia – Uma proposta fenomenológica-existencial. São Paulo, Ed.Vetor, 2000.

LOWEN, A., Bioenergética. 5º edição, Editora Summus Editorial, 1975, São Paulo.

LOWEN, A., Alegria – A entrega ao corpo e à vida. 3° edição, Editora Summus Editorial, 1997, São Paulo.

ONOFRE, A. N. Dor: princípios e práticas, Editora Artmed, 2009. https://books.google.com.br/books?isbn=8536317922 ; acessado em 05/03/2019 às 15:30hs.

PITLIUK, L. Cuidado materno, A mente do bebê- o fascinante processo de formação do cérebro e da personalidade; Mente e cérebro, 3º edição, 2011.

SILVA, G.V., LIMA, A. A., PINHEIRO, N. N. B. Sobre os conceitos de verdadeiro self e falso self: reflexões a partir de um caso clínico. Cad. Psicanál. CPRJ, Rio de Janeiro, v. 36, n 30, p. 113-127, jan./jun. 2014.

WINNICOTT, D. W. O brincar e a realidade, Editora Imago, 1971, Rio de Janeiro.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.