O corpo, hoje em plena crise e sempre

Regina Favre

Resumo


Nossa cultura visual nos ensina perfeitamente sobre a realidade dos corpos, desde as vidas de elites e celebridades até as vidas em guerras, desastres, migrações, e todos nós sabemos que os corpos nos permitem ver como as vidas dependem, simultaneamente, de si e dos jogos de força que controlam os recursos do planeta. Corpos mostram, todo o tempo, que são feitos de forças biológicas e experiências de vida, estruturadas como carne. Músculos e ossos nos particularizam e nos fazem existir como um corpo sólido e reconhecível, as vísceras processam o ambiente na nossa profundidade secreta, nos propiciando condições de prosseguir. A vida nos aparece como algo muito individual quando vivemos o corpo em nível de sua estrutura visível ou de suas necessidades de sobrevivência. Mas seria assim mesmo?


Texto completo:

PDF

Referências


GAGO, Verônica. Quién es y cómo piensa Bifo? Disponível em: . Acesso em 22.09.2019;

ACOSTA, Alberto. “O Bem Viver: uma resposta para o capitalismo?”, Autonomia Literária, 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.