A Metamorfose: Uma análise à luz das teorias psicossociais reichianas

Ícaro Higuêra Moura, Périsson Dantas do Nascimento

Resumo


Resumo: O presente artigo tem como proposta realizar uma análise a respeito da repressão sexual no qual o sistema econômico capitalista submete os sujeitos. Para isso, foi realizado uma análise literária da obra “A Metamorfose”, do autor tcheco Franz Kafka, para conectar essa com a teoria psicossocial de Wilhelm Reich. Nesse sentido, percebe-se a repressão sexual como uma ferramenta de controle; a opressão da classe mais rica através da classe mais pobre ocorre através do domínio ideológico, utilizando-se da repressão sexual, e, assim, criando sujeitos passíveis de dominação. Dessa forma, o personagem Gregor Samsa é a representação desse indivíduo oprimido que pensa somente na produção trabalhista a fim de adequar-se a uma classe dominante.


Texto completo:

PDF

Referências


• ALBERTINI, Paulo. WILHELM REICH: PERCURSO HISTÓRICO E INSERÇÃO DO PENSAMENTO NO BRASIL. Boletim de Psicologia, São Paulo, v. 61, n. 135, p.159-176, nov. 2011.

• BAUER, Martin W.; GASKELL, George. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som.: Um manual prático. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 2003. Cap. 10. p. 244-251

• BEDANI, Ailton; ALBERTINI, Paulo. Política e sexualidade na trajetória de Reich: Berlim (1930-1933). Arquivos Brasileiros de Psicologia, São Paulo, v. 61, n. 2, p.1-10, 2009.

• CARONE, Modesto. ESSENCIAL FRANZ KAFKA. São Paulo: Penguin Group, 2011. 110 p.

• FARTHING, S; CORK, R. Tudo Sobre Arte. Rio de Janeiro: Sextante, 2011

• GREGOLIN, Maria do Rosario Valencise. A ANÁLISE DO DISCURSO: CONCEITOS E APLICAÇÕES. Revista Alfa, São Paulo, v. 39, p.13-21, 1995.

• KAFKA, F. A Metamorfose. São Paulo: Nova Cultural Ltda, 2002

• MARX, Karl & ENGELS, Friedrich. A Ideologia Alemã (I - Feuerbach). São Paulo, Hucitec, 1984.

• MOISÉS, Massaud. A Análise Literária. 14. ed. São Paulo: Cultrix, 2015. 297 p.

• NOBRE, Thalita Lacerda. Considerações sobre Psicanálise e literatura: uma leitura de Madame Bovary. Psic. Rev., São Paulo, v. 19, n. 2, p.207-224, 2010.

• PEREIRA, Ana Alice da Silva; PRÓCHNO, Caio César Souza Camargo. Psicanálise e Literatura: Uma Proposta de Análise do Conto Berenice. Revista Subjetividades, [s.l.], v. 18, n. 2, 30 dez. 2018. Fundação Edson Queiroz. Disponível em: . Acesso em: 19 out. 2019.

• QUINTANEIRO, Tania; BARBOSA, Maria Ligia de Oliveira; OLIVEIRA, Márcia Gardênia Monteiro de. Um Toque de Clássicos: Marx, Durkheim e Weber. 2. ed. Belo Horizonte: Ufmg, 2002. 159 p.

• REICH, Wilhelm; ALZON, Claude. Casamento Indissolúvel ou Relação Sexual Duradoura? 4. ed. São Paulo: Livraria Martins Fontes, 1972. 76 p.

• REICH, Wilhelm. Materialismo Dialéctico e Psicanálise. 3. ed. Lisboa: Editorial PresenÇa, [1934]. 91 p.

• REICH, Wilhelm. Psicologia de Massas do Fascismo. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1988. 297 p.

• RODRIGUES, Odiombar. Crítica Literária e Psicanálise. Revista Textura, Canoas, n. 9, p.57-65, jun. 2004.

• SHARAF, Myron. Fury on Earth: A Biography Of Wilhelm Reich. Nova York: St. Martin's Press/marek, 1983. 576 p. Disponível em: . Acesso em: 18 nov. 2019.

• YUNES, Eliana. ANÁLISE E INTERPRETAÇÃOı DE OBRAS LITERÁRIAS: Obstáculos entre obras e leitor?. R. Ced: Perspectiva, Florianópolis, v. 3, n. 6, p.68-74, jun. 1986.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.